Desenvolvimento de produto: do laboratório até a produção industrial

 em Produção

 Você sabe como ocorre o desenvolvimento de um novo produto?  Descubra como ele vai da pesquisa laboratorial até a produção em larga escala e qual a melhor forma de fazer essa transição.

 

Como iniciar o desenvolvimento de um novo produto?

Primeiramente, são necessários testes laboratoriais, também conhecidos como testes de bancada, para reproduzir um projeto em escalas muito menores, além de levar menos tempo para serem efetuados. Assim, pode-se ter uma noção das características básicas que esse produto virá a apresentar. No entanto, essa etapa é certamente limitada em comparação ao resultado final que deverá ser desenvolvido.

 

O que pode ser concluído em testes de bancada?

  • Melhorias na formulação;
  • Comparação entre componentes;
  • Principais funcionalidades;
  • Protótipo básico.

Contudo, a etapa laboratorial não é a mais adequada para a definição do processo de produção, visto que os materiais em laboratório divergem muito da realidade fabril. Para isso, é indicado realizar um teste em planta-piloto, que possa imitar os equipamentos utilizados na planta industrial, mesmo que em menores proporções.

 

Quando partir para os testes industriais?

Somente no momento em que os resultados laboratoriais foram bem mapeados, com a formulação definida e reconhecendo as propriedades básicas do produto, é que você deve partir para os testes em escala industrial. Caso contrário, você estará sujeito a gastos totalmente evitáveis, como testar um novo componente em grande escala, podendo sofrer enormes desperdícios de matéria prima.

 

Então o que será concluído nos testes industriais?

Esta última etapa do desenvolvimento de produto tem por finalidade definir a sua produção na prática, simulando o processo real para sua formação, com escalas, matéria-prima e equipamentos bem definidos. Nesse sentido, tais testes servem para obter:

  • Fluxograma detalhado do processo;
  • Avaliação das características finais;
  • Comparação com os resultados do laboratório;
  • Volume e qualidade da produção.

A partir disso, se os relatórios finais forem satisfatórios, o produto pode, enfim, ser implementado na produção fabril e, posteriormente, chegar às mãos dos clientes.

Tratamento de efluentes industriais: Por que sua empresa deve aderir

 

Deseja desenvolver algum novo produto na sua empresa?

A CATALISA pode te ajudar! Com laboratórios e professores especializados, podemos proporcionar uma equipe direcionada para a testagem laboratorial do seu produto. Assim, você evita gastos desnecessários, além de receber um serviço personalizado para a sua demanda.

Entre em contato com a CATALISA e garanta o melhor para a sua produção!

 

Postagens Recomendadas

Deixe um Comentário

layout