Equipamentos de processos: conheça os deslizes que precisam ser evitados!

 em Ambiental, Produção, Química

Você provavelmente já deve ter visto na empresa ou em algum ramo da indústria os mais variados equipamentos que atuam para fortalecer o processo produtivo do empreendimento, logo, certamente deve ser do seu entendimento que caso alguma dessas máquinas não esteja funcionando da maneira correta, então toda a produção pode ser prejudicada em vista de falhas que detêm a chance de serem evitadas. No que tange a esse tópico, é interessante salientar que os equipamentos de processos fazem parte do chão de fábrica há décadas, no entanto, isso não é o suficiente para impedir que gestores especializados cometam erros primordiais relacionados à aspectos como cuidados e manutenção de tais ferramentas, deslizes que podem ser fatais para o negócio e que influenciam diretamente nos gastos da empresa. 

 

primordial manutenção 

 

A partir da segunda metade do século XVIII, emergiu na Inglaterra um período de grande desenvolvimento tecnológico, conhecido atualmente como Revolução Industrial, destaca-se que desde essa época a humanidade já tinha a noção de que deter tanto máquinas (não importando o quão antiquadas muitas pudessem ser) quanto funcionários alavanca de forma excepcional a produtividade do empreendimento. Portanto, evidencia-se que os atuais  equipamentos de processos detêm múltiplas habilidades diferentes e, obviamente, mais modernas em comparação com o período da Revolução, entretanto, é significante chamar a atenção que não adianta nada a empresa portar tais inúmeras máquinas com alta tecnologia caso não houver no mínimo um turno periódico para fazer a manutenção de tais ferramentas, dado que os equipamentos não somente podem sofrer danos irreparáveis caso não hajam cuidados regulares quanto o empreendimento pode colocar em risco a vida dos seus funcionários. 

Além desses aspectos apresentados, é significante frisar que há ainda a possibilidade do equipamento não estar funcionando de modo eficiente, isto é, a máquina pode não estar produzindo o máximo que pode, um deslize absurdo que ocorre em múltiplos negócios sem os gestores terem informação a esse respeito, consequentemente, isso acarreta em uma série de sequelas para a empresa assim como um efeito cascata, é notório dizer que os maiores fatores que emergem em casos como esse são a perda contínua de produtividade e gastos desnecessários. Seguindo essa linha de raciocínio, é justamente por conta de tais detalhes que a empresa necessita deter indivíduos que tenham conhecimento nessa área específica vinculada à potencialização das ferramentas de processo, caso contrário, as chances dos transtornos somente tenderem a aumentar são imensas. 

 grey and black metal tower

 Equipamentos de Processos 

 

Tendo em vista o maquinário diversificado que o empreendimento pode deter, depreende-se como há determinados equipamentos os quais são muito comuns na indústria e mercado. Dito isso, é válido proferir alguns cuidados que se necessitam ter com essas máquinas. 

 

  • Lavadores de Gás: também conhecido como depurador de gases, essa ferramenta tem como principal função a despoluição de tanques e a redução de vapores ácidos, atua através da coleta de todas as partículas de gases e vapores contidos no ambiente, pois opera a partir da pressão de uma bomba d’água, a qual contém reagentes capazes de anular a ação das substâncias poluentes. Observa-se que esse lavador de gás é eficiente não somente por ser capaz de neutralizar os resíduos, mas também porque detém  a capacidade de atuar em diferentes ramos da indústria. 

No entanto, é de suma importância chamar a atenção que o desempenho de tal equipamento pode ser prejudicado caso o responsável não cuide de certos aspectos, como, por exemplo, a formação e proliferação de bactérias dentro do depurador, dando principal destaque ao desenvolvimento da bactéria Legionella, a qual porta a capacidade de causar pneumonia no infectado, por isso que os cuidados com os lavadores necessitam ser redobrados. 

 

  • Injetoras de Plástico: pontualmente interligadas à indústria de polímeros, as injetoras operam no processo de fundir e moldar  plásticos até atingir um específico formato. Observa-se como é formada por um funil, cilindro, bico de injeção e molde, a resina termoplástica é introduzida pelo funil e passa pelo cilindro, onde ocorre a fundição dos grânulos plásticos, até sair no molde, parte que contém as placas estacionárias, isto é, as principais responsáveis por emprestarem identidade à peça plástica que será formada. Salienta-se que as injetoras necessitam deter uma boa manutenção preventiva para funcionarem com todo o seu potencial, dado que fazer a limpeza do elementos filtrantes e dos componentes a fim de evitar o vazamento hidráulico, além de fazer sempre o nivelamento do equipamento com o objetivo de evitar futuras torções são cuidados que auxiliam a constituir práticas produtivas e que facilitam para que as injetoras não sofram danos  a curto prazo. 

 

Considerações importantes perante os equipamentos de processos 

 

Portanto, de acordo com todas as informações vistas e analisadas até o momento, é interessante ressaltar que caso a empresa não pare e reflita a respeito dos transtornos que detêm em torno dos equipamentos e intervenha em tais problemas, nota-se como não somente a máquina pode ser completamente arruinada (acontecimento que traria efeitos negativos para toda a linha de produção) como também o empreendimento inevitavelmente acumulará muitos gastos para tentar repor o tempo perdido. Logo, é por conta de tais fatores que a empresa necessita deter conhecimento e experiência nesse ramo para conseguir fixar o transtorno antes que ele comprometa todo o rendimento do negócio. 

Ademais, destaca-se que a manutenção preventiva é sim primordial para garantir que haja o funcionamento correto de todo o maquinário, todavia, é necessário que o empreendimento tenha muito cuidado também com o acompanhamento, a revisão e a base teórica corretas contendo todo o estudo científico por trás da performance das ferramentas de processo. Além disso, detectar se o equipamento está executando o seu melhor na função que lhe foi atribuída não é uma tarefa tão compreensiva, em certos casos, o indivíduo responsável pelo setor entende que há um erro no maquinário, porém, não consegue identificar uma estratégia para impedir essa falha de continuar se perpetuando, por esse motivo que é muito importante compreender os defeitos e lapidá-los a partir desse ponto até chegar na solução verdadeira. 

 

É pertinente realçar que você não precisa trocar a base de equipamentos contidos na sua empresa para obter um desempenho potente e eficiente na linha de produção, certas vezes juntar o conhecimento com as mentes corretas pode ser a melhor decisão feita para o destino do seu empreendimento. 

Gostaria de entender mais a respeito da potencialização dos equipamentos industriais? A CATALISA pode facilitar muito esse processo para você! Entre em contato conosco! 

Postagens Recentes

Deixe um Comentário