Tinta: os riscos do baixo preço

Atualizado: 4 de Abr de 2019


Atualmente, as tintas são usadas nos mais diversos ramos, como o doméstico, o industrial e até mesmo o rural, tornando-se um grande nicho mercado. Contudo, há de se ter um certo cuidado com o conteúdo da tinta, pois se não for de qualidade, o dinheiro economizado com a compra da lata poderá ser gasto com os futuros reparos.





Características Técnicas:

A tinta possui oito características técnicas que influenciam no seu aspecto.


Estabilidade: ela não pode ter um cheiro pútrido nem exalar um vapor tóxico. A tinta não pode apresentar um acúmulo de sedimentação, coagulação, empedramento ou separação de pigmentos mesmo após uma agitação leve.


Aplicabilidade: a tinta tem que espalhar-se facilmente, adquirindo um aspecto uniforme.


Rendimento e Cobertura: a cobertura é responsável por proporcionar opacidade na pintura. O rendimento é a área pintada por quantidade de tinta usada. Quanto melhor o desempenho dessas duas características, melhor o resultado final.


Durabilidade: é a resistência que a pintura tem contra chuva, sol, maresia, entre outras intempéries.


Lavabilidade: habilidade de resistir a limpeza com produtos domésticos (sabão, detergente, etc.) sem afetar a película da tinta.


Secagem: processo em que a tinta (líquida) se torna uma película (sólida).


Nivelamento: capacidade de formar uma película uniforme, sem marcas de aplicação


Alastramento: propriedade do revestimento de distribuir-se ao longo da área pintada, formando uma cobertura homogênea e uniforme.



Consequências de uma Tinta de Baixo Custo


Há diversos meios de baratear o custo da tinta. Uma dela é retirar algumas matérias primas de alto valor, sendo as principais a resina e o dióxido de titânio. Com menos resina, a película gerada fica porosa, adere menos, suja com mais facilidade e resiste menos as intempéries. E diminuindo o dióxido de titânio, há uma diminuição na opacidade e a cor branca se torna mais fraca.


As tintas derivadas de petróleo são prejudiciais à saúde. Elas podem causar irritações aos olhos, dor de cabeça, enjoos e, em casos de maior exposição, problemas no fígado, rins e sistema respiratório.


Assim como, pigmentos presentes em tintas de má qualidade podem ser tóxicos e irritantes para pele e mucosas, como os a base de chumbo, cobalto, cádmio, cromo.


Para mais informações sobre a qualidade das tintas, consulte o PSQ – Programa Setorial de Qualidade.


Ficou interessado no assunto? Quer desenvolver uma tinta de qualidade e se destacar no mercado? Entre em contato conosco e solicite um diagnóstico gratuito!

A CATALISA é a Empresa Júnior do curso de Engenharia Química da UFRGS. Formada por graduandos dos cursos de Engenharia, conta com o apoio de um renomado corpo docente. Seus consultores oferecem os melhores serviços personalizados, promovendo soluções de qualidade para o seu negócio.

CONTATO
(51) 3308-4076
ATENDIMENTO

Avenida Paulo Gama, 110 

Porto Alegre - RS

De segunda à sexta 
08:00 - 12:00
13:30 - 17:30
  • LinkedIn Catalisa