Produção de chás: conheça as oportunidades por trás da indústria

 em Ambiental, Produção, Química

Você provavelmente já deve ter se deparado com uma situação estressante na empresa ou na vida profissional e aproveitado a circunstância para beber uma graciosa xícara de chá justamente com o objetivo de tranquilizar a mente antes que ela acabe se exaurindo diante de tanta aflição, caso ainda não tenha enfrentado um cenário parecido, não entre em pânico, o seu momento ainda vai chegar. No que tange ao tópico dessa bebida tão célebre, evidencia-se que o chá é comercializado intensamente ao redor do mundo, no Brasil não poderia ser diferente, dado que apenas perde para o consagrado café em termos de consumo.

Logo, é interessante frisar que, de acordo com o relatório divulgado pela ONG Forum For The Future, a indústria a qual circunda essa afável substância detém um futuro promissor, tendo em vista que a estimativa para os próximos dois anos é de crescimento em até 45% por conta da alta procura dos consumidores por alternativas de alimentos que sejam mais saudáveis para o organismo, consequentemente, o chá é um dos principais alvos.

Origem da produção de chás

Por volta de 200 a.C, na China, o imperador Shen-Nung estava em um ambiente cercado de árvores silvestres, as quais moviam fervorosamente os seus galhos por conta do clima da primavera, enquanto esperava esquentar a água de sua vasilha, de repente, algumas das folhas de tais estruturas caíram ocasionalmente dentro do recipiente, nota-se que após ingerir o produto da mistura, o imperador ficou surpreso com o sabor diferente pertencente àquela bebida, desse modo originou-se o chá. Inúmeros séculos após esse profético dia, observa-se que o mercado dessa bebida se inovou e se modificou de vários modos, adquirindo sempre uma nova gama de sabores diferentes pertencentes aos distintos lugares e regiões do mundo, portanto, no mercado brasileiro, é significante ressaltar que há três tipos de chás muito consumidos e comercializados, são eles o chá verde, o chá branco e o chá preto.

 

Etapas de Produção do Chá

Apesar de atualmente existirem inúmeras variedades de sabores relacionadas ao líquido, não se limitando apenas às folhas silvestres como na época do imperador, destaca-se que essa bebida como um todo permaneceu tradicional ao longo dos séculos em termos de modo de preparo. No entanto, percebe-se como o mesmo não se pode dizer a respeito das etapas do processo de produção do chá, as quais interligam-se desde o cultivo das plantas nas lavouras até se transformar no produto final visto nas prateleiras, pois essas estão se modernizando sempre na tentativa de auxiliar e facilitar o trabalho diário dos indivíduos.

Portanto, evidencia-se que o processo na produção varia um pouco de acordo com o tipo de produto final almejado, tendo em vista que todas as variedades de chás provêm da mesma planta (Camellia Sinensis), assim, é significante chamar a atenção que os chás apenas portam diferentes sabores, aromas e texturas por conta do processamento que as suas folhas são submetidas após serem colhidas. Desse modo, denota-se que a oxidação é uma das principais responsáveis por determinar se a espécie de chá será verde, preto ou qualquer outro tipo disponível, consequentemente, o indivíduo já deve ter em mente o tipo de chá  almejado na hora de separar as folhas das plantas em decorrência desse fator químico. Por exemplo, para se obter o chá verde, é necessário que as folhas não sofram oxidação, isto é, precisam manter a cor verde viva em sua estrutura, assim, há diversos métodos utilizados para que isso aconteça, um deles é através da vaporização pela superfície quente, é interessante notabilizar como o mesmo processo pode ser realizado nas folhas do chá branco.

Seguindo essa linha de raciocínio, ressalta-se que o chá preto é obtido ao desempenhar o procedimento contrário, ou seja, deixar as folhas da planta oxidarem completamente, normalmente a etapa é sucedida em salas frias com alto teor de umidade, após passar por esse percurso, ocorre a secagem dessas folhas. Logo, os próximos passos podem ser simplificados ao pensar na separação mecânica (ou manual) deste produto a fim de obter as folhas com maior qualidade, retirando o máximo possível da quantidade de elementos impertinentes.

clear glass cup with tea near brown ceramic teapot

 

Oportunidades e o segmento sustentável por trás da indústria

É interessante notabilizar que, ao longo dos últimos anos, os indivíduos passaram a se preocupar e procurar cada vez mais por produtos que tenham origem sustentável ou que agridam o mínimo possível o meio ambiente, dado que tais sujeitos portam uma maior consciência e visão ecológica, consequentemente, são essas pessoas que servem como base para as estimativas da ONG Forum For The Future apresentarem visões tão otimistas sobre a ascensão da indústria de alimentos saudáveis para os próximos anos, as quais incluem amplamente a produção de chás.

Seguindo essa linha de raciocínio, as oportunidades que a indústria de chá vem gerando, mesmo com o mercado brasileiro sendo tão competitivo, são altas, no entanto, denota-se que é necessário prestar atenção para não cometer o mesmo erro que várias empresas do ramo já fizeram ao considerar que investimentos relacionados às práticas sustentáveis são desnecessários, visto que a partir da época de modernidades que vivemos, raciocinar e se preocupar com o meio ambiente deve ser pensado como fator primordial, não pensar apenas nos clientes fidelizados que virão como consequência, mas também nas oportunidades de cortes de gastos e economias que podem ser empregados a partir dessa conduta e postura sustentável. Contudo, é significativo frisar que tais decisões precisam ser efetuadas de maneira estratégica, ou seja, é indispensável deter indivíduos que dominem o assunto para que não saiam resultados fora do planejado.

O sujeito que detém experiência com o ramo alimentício sabe que implementar um empreendimento não é uma tarefa simples, entretanto, principalmente quando comparados com outros setores da indústria, salienta-se que também não é impossível, porém, nota-se que o indivíduo requer deter tanto a base teórica correta quanto o conhecimento exato sobre gerenciamento, pois, a partir desses aspectos, o seu trabalho pode ser lapidado de maneira a otimizar e alavancar o rendimento da empresa com maior eficiência.

Está pensando em entrar no segmento de chás ou gostaria de entender mais a respeito da possibilidade de potencializar o seu empreendimento? A CATALISA pode facilitar muito esse processo para você! Entre em contato conosco!

Postagens Recentes

Deixe um Comentário