Tenha uma fonte de receita extra separando seus polímeros antes de vender!

 em Ambiental
Sabemos que os polímeros são macromoléculas imprescindíveis para a indústria e para a população mundial. No entanto, são bastante prejudiciais para o ecossistema. Nesse contexto, em 2018, a ONU Meio Ambiente estabeleceu como uma de suas metas a conscientização global sobre os efeitos dos plásticos, exemplos mais comuns de polímeros.
 
Embora não exista solução imediata para este problema, uma importante recomendação que você pode seguir é separar os resíduos que são gerados pela sua empresa antes de destinar ou reciclar.
 

A partir da destinação dos seus resíduos poliméricos é possível aumentar sua renda em mais de 100%, além de colaborar com o meio ambiente e as políticas públicas de destinação de resíduos.

 

O que caracteriza um Polímeros?

Os polímeros são utilizados em larga escala, nos mais variados ramos industriais. Eles são empregados devido a suas características positivas como resistência mecânica, durabilidade, baixo peso, excelente barreira contra água e gases, resistência aos agentes químicos e, principalmente, pelo seu baixo custo.
 

Com isso, você provavelmente produz diversos resíduos poliméricos, os quais são, na maioria das vezes, semelhantes a pequenas partículas – provenientes, por exemplo, da usinagem de plásticos – compostas de uma mistura de dois ou mais tipos de polímeros.

 

Esses resíduos poliméricos misturados têm um valor agregado muito baixo, sendo comercializados, geralmente, por menos de R$1,00 por quilograma. Entretanto, se você optar por vender esses resíduos já separados, o valor obtido pode ser superior ao dobro do inicialmente apresentado.
 
Dessa forma, você conseguirá economizar dinheiro ou, ainda melhor, gerar uma nova fonte de renda para o seu negócio. Então, como se torna possível fazer isso?
 

Processo de Separação por Densidade

Inicialmente, é preciso entender como ocorre o processo de separação de polímeros. Cada polímero possui uma densidade particular específica, a partir da qual é possível realizar a sua separação de outros polímeros.
 
Assim, basta que você coloque dentro de um recipiente – em um tanque, no cenário industrial – as partículas poliméricas misturadas que se deseja separar, e um líquido de densidade intermediária. Com esse processo razoavelmente simples, você consegue separar as partículas em polímeros diferentes. Esse procedimento funciona pois os polímeros menos densos que o líquido escolhido irão flutuar, e os mais densos irão se depositar no fundo do reservatório.
 
Vale ressaltar que é necessário que seja feito o dimensionamento dessa operação de separação por densidade, levando em consideração os polímeros que você deseja separar. Essa etapa é extremamente personalizada, dependendo principalmente da área disponível para a realização da operação e do valor que você pretende investir com o projeto.
 

Benefícios da Separação de Polímeros

Com este projeto, além de estar aumentando sua fonte de renda, você estará cooperando com um dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU (ODS) por estar separando os resíduos poliméricos da sua empresa e facilitando o processo de reciclagem de materiais plásticos, por exemplo.
 
É importante dizer que este é um projeto com grande valor de payback atrelado. Quanto maior a produção de resíduos, mais rápido virão os lucros do dinheiro investido no projeto de separação de polímeros. Na maioria das vezes, os custos do projeto ficam entre R$ 12.000,00, para produções menores de polímeros, e R$ 30.000,00 para produções em maior escala, além de um tempo estimado de 2 a 4 meses para o dimensionamento da operação e a busca pelos equipamentos ideais.
 
Se ficou com alguma dúvida ou quer saber um pouco mais sobre essa nova fonte de renda, entre em contato conosco que podemos lhe ajudar!
Postagens Recomendadas

Deixe um Comentário