Catalisadores automotivos e a legislação ambiental: tenha cuidado com os perigos invisíveis

 em Ambiental, Química

Você provavelmente já deve ter se deparado na empresa ou na vida profissional com algum transtorno envolvendo a legislação ambiental, a qual detém protocolos que devem ser rigidamente seguidos, caso ainda não tenha enfrentado algum problema dessa espécie, não entre em pânico, a sua hora ainda vai chegar, mas você precisa estar preparado para esse momento. No que tange ao assunto, é interessante salientar como tais leis existem e se moldam de acordo com cada setor industrial, no automobilístico não poderia ser diferente, dado que consiste como uma das áreas que mais auxiliam na poluição ambiental.

Logo, é justamente por conta desse aspecto que existem os chamados catalisadores automotivos, os quais amparam os veículos ao filtrarem os gases poluentes que eles emitem. O indivíduo que necessita enfrentar de prontidão os transtornos legislativos ambientais no setor automobilístico também precisa se atentar aos níveis de emissões gasosas proferidos por veículo, os chamados perigos invisíveis.

  • Catalisadores automotivos

Originado no final do século passado como uma alternativa para diminuir a poluição crescente dos veículos que se tornavam cada vez mais danosos ao meio ambiente, o catalisador automotivo consiste como um suporte metálico revestido de óxido de alumínio, que permanece instalado próximo ao motor e ao coletor de escape, é uma peça que se tornou obrigatória em todos os automóveis após ser sancionado, em 1997, o Novo Código Brasileiro de Trânsito.

Caso esses catalisadores não existissem, seria basicamente impossível os veículos se adequarem à legislação imposta pelo Programa de Controle de Poluição do Ar por Veículos Automotores (PROCONVE), por esse motivo que o automóvel o qual não deter um catalisador que atue adequadamente pode sofrer multas severas.

Desse modo, observa-se que é muito comum empresas terem linhas de frota com veículos antigos que estão há anos na estrada, assim, a facilidade que esses veículos portam de estarem emitindo um número maior de emissões gasosas em comparação com o permitido por lei chega a ser absurda, dado que qualquer batida ou mal acompanhamento nesses catalisadores pode conduzir a resultados muito diferentes do esperado. 

Porém, é importante deixar claro que nem sempre os problemas que as linhas de frota apresentam estão relacionados aos catalisadores, tendo em vista que a ausência do controle dos níveis de emissões gasosas dos automóveis também se consagra como um dos maiores motivos pelos quais as empresas recebem multas imensas.

white and black storage truck on gray asphalt road

  • A atuação do PROCONVE

Estabelecido pelo Conselho Nacional do Meio Ambiente (CONAMA) em 1986, o PROCONVE atua na fiscalização e monitoramento no controle de emissões dos gases poluentes proferidos por veículos automotores, tendo como principal objetivo servir da mesma maneira que uma alavanca para melhorar a qualidade do ar e limitar os danos gerados pelo ser humano no ambiente ao longo dos últimos séculos. 

Seguindo essa linha de raciocínio, evidencia-se que o PROCONVE enfatiza e enaltece o quão eficientes são os catalisadores automotivos no enfrentamento contra a poluição, tendo em vista que fizeram uma pesquisa contendo informações sobre o cenário ambiental brasileiro antes e depois de tais ferramentas passarem a ser obrigatórias. Portanto, observa-se como os resultados de tais estudos foram estupendamente chocantes, pois os veículos (leves e pesados) emitiam quantidades absurdas de CO (monóxido de carbono) e HC (hexaclorado) quando comparados com os automóveis atuais.

Assim, percebe-se como esse órgão compartilha a mesma harmonia que o catalisador automotivo, além disso, é interessante destacar que tal autoridade ecológica ressalta o quão significante é portar não somente esses catalisadores atualizados como também um inventário (ou uma listagem) contendo os dados precisos das emissões gasosas proferidas por automóvel, visto que nada adianta a empresa deter veículos modernos com tecnologias avançadas caso não incluir também o controle dessas linhas de frota, pensando agora tanto na questão ambiental quanto no dinheiro volumoso que o empreendimento pode economizar a partir desse estudo e pesquisa.

  • Os perigos invisíveis

Inúmeras são as empresas que vão à falência anualmente por questões vinculadas à desorganização do controle das emissões gasosas que os seus veículos expelem ou que recebem multas gigantescas relacionadas às leis ambientais por simplesmente não haver ordem na forma de lidar com o empreendimento, fato absurdo por ser algo simples e que é relativamente fácil de vistoriar, apenas é necessário deter as mentes corretas para desencadear o trabalho de maneira mais apropriada e personalizada possível.

Não obstante, nota-se que os perigos invisíveis são os responsáveis por tais atrocidades, pois múltiplos são os gestores que não conseguem visualizar como a falta de manutenção e organização no arrecadamento de tais dados das emissões pode decidir o futuro da empresa, tendo em vista que órgãos ambientais como o Conselho Nacional do Meio Ambiente (CONAMA) são rígidos, e com toda a razão, em relação aos protocolos que devem ser seguidos por lei.

Portanto, como comentado anteriormente, caso não haja o gerenciamento correto tanto do catalisador quanto das emissões de gases poluentes provindos dos automóveis, as chances do empreendimento ser desmantelado são notáveis. No que tange ao tópico, é muito importante chamar a atenção que uma das estratégias para conseguir ultrapassar essas barreiras é não somente promover o estudo e pesquisa das linhas de frota da empresa como também, tendo em vista a recomendação do PROCONVE, organizar um inventário que enquadre todas as informações desses veículos por um período determinado de tempo, nota-se que o mais comum é fazer esse controle anualmente. A partir desse ponto, fica muito mais simples analisar e entender melhor os aspectos dentro de cada negócio os quais podem ser otimizados e lapidados, visando tanto entrar em harmonia com o meio ambiente quanto cortar gastos.

Gostaria de entender mais a respeito dos catalisadores ou sobre como elaborar corretamente um inventário de emissões gasosas? A CATALISA possui o direcionamento ideal e pode facilitar muito esse processo para você!

Postagens Recentes

Deixe um Comentário