Beneficiamento de minério: tudo que você precisa saber sobre esse importante processo da indústria brasileira

 em Produção

Sabemos que a mineração é uma das bases da economia do Brasil desde o período colonial. Esse tipo de atividade possui um papel importante no país e movimenta vários outros setores da indústria, através do fornecimento de insumos e matérias-primas. Para que os minérios brutos possam ser utilizados em outras cadeias produtivas, é preciso realizar um tratamento nesse minério, também chamado de beneficiamento. 

O que é e para que serve?

O processo de beneficiamento consiste em diversas operações, que podem ser realizadas via úmida ou seca, com o objetivo de modificar a forma, o tamanho ou a concentração relativa do material, sem alterar a identidade química ou física do mineral. Isso é necessário para aumentar a qualidade do minério que chega à indústria, chamado de concentrado. Para a indústria de fertilizantes, por exemplo, é preciso que o mineral chegue com uma boa concentração e um tamanho adequado para que a área superficial dele seja grande o suficiente para ser bem absorvido pelas plantas.

Como funciona?

No beneficiamento, existem diferentes operações, cada uma com seu objetivo. Elas variam de acordo com as características do minério que está sendo tratado e da rocha explorada, portanto cada bem mineral possui um processo de beneficiamento específico. De forma geral, existem quatro grandes tipos de operações no beneficiamento:

  • Operações de cominuição: normalmente são as primeiras etapas do processo, pois para que exista um bom beneficiamento, os minerais precisam estar fisicamente liberados e essa etapa tem justamente a função de reduzir o tamanho dos minerais quebrando-os em partículas menores. A britagem e a moagem são alguns exemplos de etapas de cominuição, processo que mais consome energia na mineração e consequentemente, o mais caro também.
  • Operações de peneiramento ou classificação: para evitar que seja necessária uma cominuição excessiva e como resultado, um consumo excessivo de energia, é necessário o uso de operações de separação granulométrica. Essas podem ser de peneiramento ou classificação, ambas possuem o mesmo objetivo, separar partículas de diferentes tamanhos. A primeira separa partículas pelo seu tamanho geométrico e a segunda, pela velocidade com que essas atravessam um fluido, normalmente ar ou água.
  • Operações de concentração: têm por finalidade concentrar o máximo possível apenas do mineral de interesse e conseguir, de alguma forma, retirar os minerais que não são desejados, chamados de minerais de ganga. Tais processos se baseiam nas diferenças de propriedades entre os minerais, como densidade, suscetibilidade magnética, condutividade elétrica, radioatividade, entre outras. Alguns exemplos são separação gravítica, separação magnética, separação eletrostática e flotação. Na maioria das vezes, essas operações são realizadas a úmido. 
  • Operações de desaguamento e secagem: no caso de as etapas acima serem realizadas por via úmida, é preciso ao final de todo processo, eliminar parte da água do concentrado. A secagem também é necessária para eliminar a umidade presente na rocha retirada da mina quando o processo é realizado a seco.

white and black airplane on brown sand during daytime

Novas tecnologias e tendências do setor

O tratamento de minérios deve estar em melhoria contínua, pois com a exploração das jazidas minerais e consequentemente, seu esgotamento, é necessário sempre otimizar tal processo e garantir o funcionamento das unidades de mineração de forma efetiva. Hoje em dia inclusive, existe uma grande busca por diversas novas tecnologias para esse segmento. 

A promoção de sustentabilidade socioambiental, cada vez mais relevante para todos os setores, impulsiona as mineradoras para o desenvolvimento e melhoria de processos capazes de reduzir os impactos ambientais e ainda elevar o ganho dos empreendimentos. Após os desastres ocorridos em Brumadinho e Mariana, em decorrência do rompimento de barragens, isso se tornou ainda mais presente e as exigências do licenciamento ambiental mais rígidas.

Dessa forma, o desenvolvimento de novas tecnologias, novos produtos e materiais, manufatura avançada e impressão 3D possibilitam uma abertura importante de oportunidades de investimento em inovação na mineração e na metalurgia. 

Ficou curioso para saber como impulsionar e melhorar os processos dentro da sua empresa? Entre em contato conosco, a CATALISA já realizou serviços na área de beneficiamento mineral e sabe como te ajudar!

Postagens Recentes

Deixe um Comentário