O que é o SCRUM e como ele ficou famoso?

 em Produção

Alcançar bons resultados no gerenciamento de projetos, mantendo-os dentro do tempo e dos custos pré-determinados é, com certeza, um desafio para qualquer empresa.  Para superar esse contratempo, a Catalisa adota a metodologia Scrum, para gestão e planejamento. Inicialmente, foi implantado em projetos, no entanto, com o tempo a metodologia foi implementada em diversas áreas da empresa, uma vez que o Scrum é uma estrutura metodológica que é usada para implementar o desenvolvimento ágil.

A “metodologia ágil” deve-se a um conjunto de “métodos e práticas baseadas nos valores e princípio expressos no Manifesto Ágil (Agile Manifest)”, o que inclui coisas como colaboração, auto-organização, e equipes interdisciplinares.

Como surgiu o Scrum?

No meio dos anos 90, um homem chamado Jeff Sutherland ficou decepcionado com empresas que constantemente o atormentavam com projetos que tinham um cronograma apertado e um orçamento exagerado. Ele decidiu encontrar uma maneira melhor de fazer isso.

Suas pesquisas o levaram até essas empresas japonesas e seus métodos Ágeis. Baseando seu trabalho nisso, Sutherland criou a metodologia Scrum. Depois de uma série de sucessos usando seu novo método, o Scrum começou a se espalhar rapidamente por todo mundo do desenvolvimento de produtos.

Mas afinal, o que é Scrum? Como ele ficou famoso? 

Primeiramente, para auxiliar a leitura, vamos pontuar alguns conceitos do Scrum:

Existem alguns conceitos muito importantes no desenvolvimento de um projeto usando Scrum. São eles:

  • Product backlog — registro das áreas que serão desenvolvidas no projeto;
  • Release backlog — requisitos que serão trabalhados no product backlog;
  • Sprint backlog — o que deve ser feito durante aquele sprint;
  • Product Owner (PO) — dono do projeto;
  • Scrum master — ponto de ligação entre o Product Owner e o restante da equipe;
  • Equipe — profissionais que desenvolvem o produto.

No Scrum, os projetos são dividos em ciclos chamados de Sprints.

O Sprint representa um Time Box no qual um conjunto de atividades deve ser executado. Metodologias ágeis de desenvolvimento de software são iterativas, ou seja, o trabalho é dividido em iterações, que são chamadas de Sprints no caso do Scrum.

As funcionalidades a serem implementadas em um projeto são mantidas em uma lista que é conhecida como Product Backlog. No início de cada Sprint, faz-se um Sprint Planning Meeting, ou seja, uma reunião de planejamento na qual o Product Owner prioriza os itens do Product Backlog e a equipe seleciona as atividades que ela será capaz de implementar durante o Sprint que se inicia. As tarefas alocadas em um Sprint são transferidas do Product Backlog para o Sprint Backlog.

A cada dia de uma Sprint, a equipe faz uma breve reunião, o objetivo é disseminar conhecimento sobre o que foi feito no dia anterior, identificar impedimentos e priorizar o trabalho do dia que se inicia.

Ao final de um Sprint, a equipe apresenta as funcionalidades implementadas em uma Sprint Review Meeting. Finalmente, faz-se uma Sprint Retrospective e a equipe parte para o planejamento do próximo Sprint. Assim reinicia-se o ciclo.

Como ele pode auxiliar a minha rotina?

Apesar da ferramenta ter sido criada inicialmente pensando em equipes de desenvolvimento de software, ela  certamente você pode lhe auxiliar para dar mais dinamismo e velocidade a seus projetos, independente do setor ou complexidade da tarefa.

Uma vez que, em suma, os dois principais pontos do Scrum são: acompanhamento de perto para motivar a equipe) e manter o registro das tarefas de forma visual (quadro Kanban). 

Mais do que um método ou modelo, o Scrum é uma mudança de paradigmas, que podem fazer toda a diferença em sua empresa.

Dentro da CATALISA, o Scrum gera muito resultado. A sua empresa adota alguma metodologia similar? Caso não, recomendamos a busca por esse tipo de conteúdo, que, normalmente, é uma virada de chave em diversas empresas.

Postagens Recomendadas

Deixe um Comentário